(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

Avaliação ortopédica da criança pode prevenir problemas futuros

 

Uma simples brincadeira de pais e filhos, tão comum e inocente – rodar a criança segurando-a pelas mãos ou antebraços – pode se transformar em um grande problema: uma luxação ligamentar no cotovelo, que provoca dores e pode até fazer com que a criança não movimente provisoriamente o braço. O alerta é da ortopedista pediátrica do CREBCentro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo -, Dra. Flávia Junqueira, que recebe cada vez mais em seu consultório crianças com pronação dolorosa.

“Muitas vezes, os pais brincam com os filhos e o levantam do chão pelas mãos ou antebraços. Esse movimento é perigoso pois pode provocar uma pronação dolorosa, que é um pequeno deslocamento da cabeça do rádio em relação ao ligamento anular no cotovelo. A criança sente dor e é preciso ir ao ortopedista para que ele faça uma redução. É um procedimento simples, mas que deve ser feito por pessoas treinadas”, explica a médica do CREB, especialista em ortopedia pediátrica.

Outro motivo que leva muitas crianças ao seu consultório é a escoliose, um desvio na coluna. A má postura da criança e carregar uma mochila cada vez mais pesada no dia-a-dia agravam o quadro, explica ela. “É preciso avaliar sua postura no consultório. Mas os pais conseguem perceber quando a postura está evidentemente errada. Sobre a mochila, é preciso seguir uma regra básica: a criança só pode carregar até 10% de seu peso na mochila, nunca mais do que isso”, determina a Dra. Flávia. Ela diz que há um teste muito simples para os pais perceberem se a criança tem escoliose: “basta colocar a criança em pé, de forma ereta, e medir a altura de cada um dos ombros para ver se há algum desnível. Outro teste simples e pedir para a criança levar o tronco para frente, com os braços soltos, e visualizar se assim foi formada alguma deformidade nas costas”, ensina.

A médica do CREB também orienta os pais a não deixarem a criança sentar sobre os joelhos, o que aumenta a rotação interna dos membros inferiores e pode causar vários problemas. “O certo é sentar de pernas cruzadas, sempre”, determina a médica do CREB.

– Quando os pais têm alguma dúvida sobre a postura da criança devem procurar um ortopedista pediátrico. No consultório, podemos fazer uma avaliação completa e assim prevenir possíveis problemas futuros. Dizemos que há patologias em crianças que são muito difíceis de diagnosticar, mas fáceis de tratar, ao passo que em adultos há deformidades que são fáceis de identificar mas difíceis de tratar. O diagnóstico precoce favorece sempre o tratamento. Se os pais tiverem qualquer dúvida em relação a postura, peso de mochila, forma de pisar, etc deve marcar uma consulta para uma avaliação – sugere a Dra. Flávia Junqueira, ortopedista pediátrica, traumatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia.


Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤