(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

Caminhadas regulares combatem dores

 

Praticar exercícios físicos regulares é uma das condições básicas na busca por uma melhor qualidade de vida. A atividade física ajuda a combater dores nos músculos e ossos, reforça a coluna vertebral e ajuda a garantir um sistema musculoesquelético saudável e forte para sustentar o organismo. Mesmo para aqueles que não gostam de praticar esportes, é possível estabelecer uma atividade física regular e prazerosa: a caminhada pode ser uma excelente opção de atividade física de baixo impacto, que pode ser adotada pela maioria das pessoas, inclusive da terceira idade.

“Contabilizamos mais de 300 doenças que afetam os ossos e os músculos, como a fibromialgia, a osteoporose, a lombalgia, a osteoartrite e tantas outras. Caminhar é uma excelente atividade física, que está ao alcance de qualquer um. É uma atividade prazerosa, não depende de investimento algum, como matricula e mensalidade de academia, e pode ser feita por qualquer um. Além de ganhar condicionamento físico, a pessoa já sente a intensidade de dores reduzida nas primeiras sessões de caminhada”, garante Clovis Munhoz, ortopedista do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – e médico do Vasco da Gama.

Segundo ele, antes de começar a atividade física, mesmo que a caminhada seja a atividade escolhida, é preciso consultar um médico. “A caminhada é sempre uma boa opção. É um exercício aeróbico que pode ser realizado com intensidade moderada no início, para aqueles que estão fora de forma. Com o tempo, os exercícios podem ser intensificados”, diz. O médico do CREB não aponta um tempo e distância ideais para a caminhada, pois isso depende da pessoa e de seu condicionamento físico. “É a prática com cautela e a tolerância do paciente que determinarão o tempo e a intensidade do excercício. E quanto mais se praticar, mais se pode avançar. Muitas pessoas se adaptam rapidamente à caminhada e melhoram significativamente após o início desta prática. È comum a pessoa sair para caminhar com algum desconforto e voltar sem dor alguma”, afirma.

– Os movimentos provocados pela caminhada aumentam os níveis plasmáticos de endorfinas. Assim, a percepção da dor diminui. Já o alongamento e o relaxamento da musculatura aliviam a tensão no local e a dor desaparece. Isso sem falar que se movimentar ajuda a fortalecer os músculos para que trabalhem melhor na sustentação dos ossos. E os movimentos, por sua vez, melhoraram o funcionamento das articulações e aumentam a lubrificação nas cartilagens, aliviando dores nos ossos – finaliza o médico do CREB.


Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤