CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDENovidades

Qual tratamento fisioterapêutico é mais eficaz: individual ou em grupo?

O tratamento fisioterapêutico individual ou em grupo são igualmente eficazes nas lesões musculoesqueléticas? De acordo com um artigo publicado no conceituado British Journal of Sports Medicine, o tratamento fisioterapêutico individual ou em grupo são igualmente eficazes. A eficácia dependerá, claro, do esforço e comprometimento do paciente e da atuação do profissional fisioterapeuta.

Segundo Handerson Meurer, Coordenador de Fisioterapia do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo, o exercício é um dos componentes mais eficazes da fisioterapia para uma série de condições musculoesqueléticas. Os protocolos dos exercícios podem ser individuais ou em grupo.

  • Às vezes, o paciente tende a achar que o resultado não será tão eficiente porque está fazendo sua fisioterapia em grupo. Não é verdade. Ensaios clínicos que incluíram condições associadas à dor lombar, cervical, quadril, joelho, tornozelo, ombro, cotovelo e punho foram feitos e os efeitos foram os mesmos nos dois modos de fisioterapia, individual e em grupo. Na fisioterapia em grupo, se gasta mais tempo na educação do paciente para ele executar corretamente o exercício e isso é positivo. O paciente se esforça mais. Não há evidências de que a fisioterapia individual ofereça mais ganhos ao paciente – finaliza ele.

Cervicalgia: ortopedista do CREB explica o que é

Dor localizada nas vértebras da coluna cervical é a principal indicação de cervicalgia. Em geral, aqueles que são acometidos pela doença podem sentir dor na nuca, que pode irradiar para os ombros e braços, rigidez na nunca, desconforto nos movimentos da cabeça, dor de cabeça, tonteira, dor e sensação de desconforto e queimação na região do pescoço e dos ombros, lacrimejamento, formigamento do pescoço formigamento e sensação de dormência ou queimação pelos braços ou mãos. Ao menor sinal de um destes sintomas, um especialista deve ser procurado.

Uma das principais causas da doença é a má postura

“A cervicalgia é a dor localizada nas vértebras da coluna cervical. Nossa coluna cervical conta com sete vértebras, que são ligadas por músculos e ligamentos, formando uma espécie de ponte óssea entre a cabeça e o nosso tronco. A coluna cervical faz o controle dos movimentos da cabeça em relação ao tronco, assegurando sua sustentação”, explica o ortopedista Márcio Taubman, do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo.

Segundo ele, a coluna cervical é a porção mais frágil da coluna vertebral. O Dr. Márcio pontua que a cervicalgia é mais comum entre as mulheres do que nos homens. As principais causas da doença, diz ele, são a má postura, movimentos bruscos, trauma cervical, doenças degenerativas ou mecânicas, infecção, causas inflamatórias reumáticas, Tumoral primária ou secundária por metástase e causa emocional. “Há muitas causas para a cervicalgia. Ao menor sinal de algum sintoma, um especialista deve ser consultado para dar o diagnóstico e propor o tratamento adequado”, finaliza ele.

Dor no quadril? Saiba mais sobre a Bursite Trocânterica

Neste vídeo o Dr. Antonio D´Almeida, médico fisiatra do CREB, nos fala sobre a Bursite Trocânterica, a doença que tirou Gustavo Kuerten do circuito profissional de tênis. Uma dor no quadril que irradia para a coluna e para as pernas, suas causas sintomas e tratamento. E a indicação dos melhores protocolos para tratar a origem da doença e não as consequências.

CREB no Youtube

No canal do CREB no Youtube o Dr. Antonio D´Almeida iniciou uma série de vídeos onde explica em linguagem simples e direta, algumas patologias que atingem grande parcela da população, suas causas, sintomas e tratamentos.
Assista, curta o vídeo e inscreva-se no canal!

Dor no pé aguda? Saiba mais sobre a Fascite Plantar

Neste vídeo o Dr. Antonio D´Almeida, médico fisiatra do CREB, nos fala sobre a Fascite Plantar, uma dor nos pés aguda, popularmente conhecida como Esporão do Calcâneo, suas causas sintomas e tratamento. E a indicação dos melhores protocolos para tratar a causa da doença e não os sintomas.

CREB no Youtube

No canal do CREB no Youtube o Dr. Antonio D´Almeida iniciou uma série de vídeos onde explica em linguagem simples e direta, algumas patologias que atingem grande parcela da população, suas causas, sintomas e tratamentos.
Assista, curta o vídeo e inscreva-se no canal!

Dor no joelho

Desejo saber se a artrose na articulação do joelho  se manifesta com dor e aumentando de volume ao redor do joelho. O que devo fazer? Há tratamento? (Renata Lia – Tijuca)

A artrose é um processo degenerativo, que pode causar com dor, creptação (estalos), edema e  incapacidade de movimentar o joelho. Freqüentemente, a pessoa tem dificuldade em iniciar o movimento, melhorando, no entanto, com a própria movimentação, “ao esquentar a articulação”. Atualmente, há tratamento para artrose, que deverá ser individualizado e constar de medicação, hidroterapia, acupuntura, eletroterapia e exercícios apropriados. Sugiro que procure a sua clínica de reumatologia e ortopedia, para um correto diagnóstico e início do tratamento, que geralmente apresenta excelentes resultados. Lembro também que atualmente já há disponível medicamentos que atuam impedindo a progressão da artrose e que podem fazer parte do seu tratamento.

Eduardo Sadigurschi – Reumatologista do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – e da Sociedade Brasileira de Reumatologia

Quer receber novidades?

O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤