CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDENovidades

Raio-X, exame clínico e entrevista com paciente indicam o diagnóstico de artrose no joelho

Dor no joelho, que pode ser acompanhada de sensação de rigidez e queimação, e inchaço e vermelhidão são sintomas de artrose de joelho, doença reumática que acomete o joelho e danifica sua cartilagem. Ao menor sinal destes sintomas, um especialista deve ser consultado, porque quanto mais cedo começar a tratar, melhores são os resultados.

“Para diagnosticar a artrose de joelho, o médico especialista fará primeiramente uma entrevista com seu paciente, para conhecer seu histórico familiar, os sintomas que está sentindo, seu estilo de vida e o que torna a dor mais ou menos intensa, entre outras questões. Os sintomas relatados por um paciente são muito importantes para o diagnóstico e tratamento. Também será feito um exame físico no joelho acometido do paciente, para que sejam observados sinais de inchaço, pontos de dor, rigidez e a amplitude do movimento”, explica o Dr. Clovis Munhoz, ortopedista do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo, e professor da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

O raio-X também pode mostrar a presença de esporões ósseos

Segundo ele, poderá ser requisitado um exame de raio-X, que pode indicar se há perda de espaço articular entre fêmur e tíbia e perda de cartilagem no joelho. “O raio-X também pode mostrar a presença de esporões ósseos, sinal de que os ossos buscaram compensar a perda de cartilagem com crescimento de osso extra”, explica ele, pontuando, porém, que sinais evidentes da doença no raio-X não significam, necessariamente, a presença dos sintomas, como dor e inchaço, além de rigidez e vermelhidão.

Em alguns casos, esclarece o Dr. Clovis, o médico poderá requisitar uma imagem de ressonância magnética, para que sejam conhecidos detalhes adicionais, como imagens do tecido macio (ligamentos, tendões e músculos) e dos ossos. A ressonância será solicitada, diz ele, se o raio-X não for conclusivo o suficiente. “Testes de laboratório não são solicitados porque não identificam a doença. Mas é importante observar que a idade acima dos 45 anos, sobrepeso e os sintomas são fundamentais no diagnóstico. Ao menor sinal de dor no joelho, um especialista deve ser consultado para avaliar o quadro e propor o melhor tratamento”, adverte ele.

Quer receber novidades?

O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤