(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

Pacientes com dor precisam de apoio emocional. CREB oferece atendimento psicológico

 

O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – é a primeira clínica de reumatologia, ortopedia e fisiatria a oferecer, gratuitamente aos seus pacientes aconselhamento psicológico. O trabalho é realizado pela psicóloga Daniela Maleh, em horári...

O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – é a primeira clínica de reumatologia, ortopedia e fisiatria a oferecer, gratuitamente aos seus pacientes aconselhamento psicológico. O trabalho é realizado pela psicóloga Daniela Maleh, em horários pré-estabelecidos, fortalecendo e completando quando necessário o tratamento dos pacientes com queixas de dor por problemas articulares, coluna ou mesmo com dificuldade de movimentos. Segundo ela, é importante ser ouvido, porque muitas vezes a dor é incapacitante e traz tristeza e depressão.

Estas dores, além de físicas, também são emocionais

“O trabalho de psicologia engloba um espaço para que o paciente possa se expressar, afim de buscar uma melhor compreensão de si próprio. É a partir desta compreensão que ele poderá gerar uma mudança. É fundamental estarmos em movimento, sempre pensando na melhor forma de como lidar com as nossas questões do cotidiano”, afirma a psicóloga do CREB. “Quando falamos de um paciente com dores crônicas, como é o caso de paciente com fibromialgia, artrite reumatoide ou lombalgia e demais doenças reumatológicas, por exemplo, sabemos que há muita dor envolvida. Muitas vezes, este paciente não é compreendido pelas pessoas em sua volta, o que dificulta a convivência. Por tratarmos de pessoas, e não de algo inanimado, temos que entendê-las como um todo, com seu corpo e sua alma e sentimentos. Estas dores, além de físicas, também são emocionais, por isso entende-se que o acompanhamento psicológico pode ajudar muito”, completa ela.

Daniela ressalta que este é um trabalho que deve ser feito junto com o tratamento do médico. “O acolhimento psicológico, diferente do acompanhamento psicológico, vem com o objetivo de simplesmente acolher e escutar aquele paciente que está com dor. Esta prática tem como objetivo oferecer um atendimento psicológico emergencial para aqueles pacientes que apresentavam dores em geral. É um trabalho que pode ser feito em apenas um encontro ou em algumas sessões, depende muito do paciente e de sua demanda. Temos o intuito de trabalhar questões pontuais”, explica a profissional.

“No acompanhamento psicoterápico, o paciente caminha junto com o terapeuta para uma melhor compreensão de sua vida e de suas questões facilitando, assim, uma mudança e ordenamento da sua vida. Sabe-se que terapia não é sinônimo de mudança, mas oferece todas as condições necessárias e as chances são sempre mais significativas. Estando o paciente disposto a investir de todas as formas, inclusive emocionalmente no processo terapêutico, as chances de que ele viva melhor, dentro do que busca, são muito maiores. Quando conseguimos entrar no processo e compreender os nossos sentimentos, a forma de lidar com a dor pode ter um novo significado, tornando-a mais leve”, finaliza Daniela Maleh.


Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤