(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Médico do CREB fará palestra em simpósio sobre doença inflamatória

O fisiatra e reumatologista Haim Maleh, do CREB (Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo) e do Serviço  de Reumatologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), será um dos palestrantes do Dill In Rio – I Simpósio Multidisciplinar de Doe...

O fisiatra e reumatologista Haim Maleh, do CREB (Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo) e do Serviço  de Reumatologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), será um dos palestrantes do Dill In Rio – I Simpósio Multidisciplinar de Doença Inflamatória do Rio de Janeiro. O evento acontecerá nos dias 5 e 6 de julho, no Rio Othon Palace, em Copacabana. A palestra do Dr. Haim está programada para o dia 6 (sábado), das 10h30 às 12h, e o tema será “Artrite central e periférica – quando não responde ao anti-TNF.

Informações através do site: http://www.srlcp.org.br/curso_jul2019.asp


CREB Prevrefrat tem a chancela da ANS

Programas de Prevenção a Refraturas são as mais eficazes ferramentas contra a refratura, um problema social muito sério. O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – oferece aos seus pacientes com osteoporose o CREB Prevcrefrat – Programa d...

Programas de Prevenção a Refraturas são as mais eficazes ferramentas contra a refratura, um problema social muito sério. O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – oferece aos seus pacientes com osteoporose o CREB Prevcrefrat – Programa de Prevenção a Refraturas da clínica.

  • O CREB Prevrefrat tem chancela da Agência Nacional da Saúde – ANS. O objetivo é reduzir a refratura, tratando quem já teve uma fatura prévia. Uma fratura que ocorre por um pequeno trauma é o indicador mais forte de risco de futura fratura. Se isso ocorreu, é porque o osso está frágil. A causa mais frequente de fragilidade óssea é uma doença chamada osteoporose. Um paciente com fratura por baixo trauma têm quase quatro vezes maior risco para fraturas futuras. Pacientes com uma fratura vertebral terá novas fraturas vertebrais em até três anos. De todas as fraturas, a mais devastadora é a do quadril, por apresentar taxa de mortalidade elevada nos primeiros 12 meses após a fratura. O custo social e econômico das fraturas é bastante elevado – explica o ortopedista Bernardo Stolnicki, ortopedista do CREB e coordenador do CREB Prevrefrat.

Ele explica que o programa busca diagnosticar a causa da fratura por fragilidade estabelecendo diretrizes e parâmetros de tratamento, acompanhamento e monitoração dos resultados, num ambiente multidisciplinar:

  • A osteoporose atinge tanto homens quanto mulheres principalmente depois dos 50 anos. A doença apresenta o aumento da fragilidade óssea e, assim, o paciente está mais exposto a fraturas. As estatísticas contabilizam que, no mundo inteiro, uma fratura osteoporótica ocorre a cada três segundos. Uma em cada três mulheres com mais de 50 anos terão fraturas osteoporóticas, assim como um em cada cinco homens. Uma fratura que ocorre por um pequeno trauma é o indicador mais forte de risco de futura fratura. Se isso ocorreu, é porque o osso está frágil. Temos que olhar para isso com toda a atenção – diz ele.

CREB dispõe de Crioterapia Ativa

Crioterapia Ativa

O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – foi a primeira clínica do Rio de Janeiro a oferecer um novo equipamento para o tratamento e recuperação mais completa para as lesões musculoesqueléticas e recuperação pós-cirúrgica: a união da compressão ativa à Crioterapia, por meio do Game Ready, que pode ser utilizado para a coluna vertebral, bem como em todas as articulações.

Segundo Handerson Meurer, Coordenador de Fisioterapia do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo, a crioterapia ativa deve ser utilizada em pacientes em pós-operatório, é capaz de promover uma recuperação mais eficiente, livre de analgésicos, acelerando a cicatrização.

  • Essa técnica ajuda a eliminar os edemas, aumenta o poder de recuperação, melhora o processo de cura dos tecidos pelo aumento do fluxo sanguíneo e otimiza a drenagem linfática da área afetada, ajudando a reduzir a dor e o edema – explica ele.

De acordo com Handerson, a técnica também diminui o metabolismo celular, ajudando a minimizar lesões secundárias do tecido, oferece uma recuperação mais rápida, diminui significativamente a inflamação e da dor, resultando na menor necessidade de analgésico e permite uma maior comodidade no tratamento, eliminando a necessidade de utilização de sacos de gelo.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤