(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Doença de Parkinson: fisioterapia neurológica tem papel primordial

A doença de Parkinson é uma doença neurológica degenerativa e progressiva, que tem como caraterística principal o distúrbio motor. Sendo esse distúrbio caracterizado por alterações motoras como desequilíbrio, alteração de marcha, instabilidade postur...

A doença de Parkinson é uma doença neurológica degenerativa e progressiva, que tem como caraterística principal o distúrbio motor. Sendo esse distúrbio caracterizado por alterações motoras como desequilíbrio, alteração de marcha, instabilidade postural, lentidão de movimento, rigidez muscular, tremores, diminuição da capacidade pulmonar que resultam na perda da qualidade de vida desses pacientes.

“A fisioterapia neurológica tem papel primordial para melhora da qualidade de vida desses pacientes, tendo como objetivo não só tratar os distúrbios apresentados por essa doença como também estabelecer metas de prevenção tentando evitar a evolução e possíveis complicações. O tratamento fisioterápico deve ser realizado de forma contínua com alongamentos, exercícios para coordenação motora, equilíbrio e treino de marcha, exercícios para melhora da força muscular e mobilizações das articulações”, informa a fisioterapeuta Luciana Mattoso Vitola, staff do serviço de reabilitação física do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo.

Segundo ela, os benefícios da fisioterapia neurológica, essenciais para a vida desses pacientes, reduz a rigidez e melhora a mobilidade das articulações. “Com o tratamento para melhora da marcha e equilíbrio, vamos reduzir a probabilidade de queda, lembrando que muitos desses paciente tem diminuição da densidade da massa óssea (osteopenia-osteoporose), portanto com maior risco de fratura. Melhorando a força muscular o paciente tem mais liberdade para realizar suas atividades de vida diárias e apresenta melhora na sua postura e consequentemente melhora da marcha e do equilíbrio”, acrescenta a fisioterapeuta.


Reabilitação neurológica no CREB utiliza Nintendo Wii®

O setor da Reabilitação Neurológica do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – conta com uma ampla infraestrutura preparada e equipada, para atender pacientes portadores de diversas doenças, tais como o AVC (acidente vascular cerebral),...

O setor da Reabilitação Neurológica do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – conta com uma ampla infraestrutura preparada e equipada, para atender pacientes portadores de diversas doenças, tais como o AVC (acidente vascular cerebral), AVCH (acidente vascular cerebral hemorrágico), Doença de Parkinson, Paralisia facial periférica, ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica), Esclerose Múltipla, Mal de Alzheimer, síndrome Vestibular, Síndrome de Asperger, entre tantas outras.

“A fisioterapia neurológica visa a recuperação, alivio da dor, prevenção, conservação e o desenvolvimento da capacidade física e mental do paciente, possibilitando assim uma melhora e uma maior independência nas suas atividades de vida diária. Para a avaliação e reabilitação dos pacientes são abordadas as seguintes variáveis: força muscular, amplitude de movimento, postura, coordenação, equilíbrio, avaliação da marcha, habilidade na realização dos movimentos, respiração, funções cognitivas e motoras. São utilizados uma gama de recursos tais como a Cinesioterapia, termoterapia, técnicas manuais e a reabilitação com o Nintendo Wii®”, diz a fisioterapeuta Bruna Túlio, staff do serviço de reabilitação física do CREB.

A reabilitação utilizando o Nintendo Wii® tem feito muito sucesso nos tratamentos oferecidos no CREB. “Os pacientes que utilizam esse meio de tratamento interagem com imagens em um ambiente simulado, tendo a sensação de estar no mundo real. Utilizando canais multissensoriais, proporciona ao usuário a navegação e a interação em um ambiente sintético gerado por computador. Nesse universo, encontra-se o videogame Nintendo Wii®, que está incrementando e revolucionando os programas de reabilitação neurológicas do CREB. A realidade virtual (RV) é indicada para pacientes com perdas de equilíbrio, déficit cognitivo, alterações vestibulares, diminuição do arco de movimento, controle de tronco e encefálico, melhora de marcha, dentre outros. E necessário a avaliação do paciente previamente, para saber se e indicado para o tratamento, e ao utilizar o aparelho e necessário um profissional qualificado para assistir ao paciente no que for necessário”, explica a fisioterapeuta.

Segundo ela, a equipe de reabilitação neurológica do CREB olha o paciente como um todo, objetivando uma melhor qualidade muscular, “inclusive a acessória pulmonar para melhora da capacidade respiratória, melhor mobilidade e principalmente a independência dessas pessoas seja para ‘pequenas coisas’ que se tornam grandes quando nos faltam, como para comer, andar, controle urinário e exercer atividades diárias conforme gosto e necessidades pessoais”.


Técnica de mobilização articular, Conceito de Maitland ajuda a aliviar a dor

Aliviar a dor é o primeiro pensamento de um paciente quando chega na fisioterapia. Ele sabe que os procedimentos ali realizados têm como função buscar a solução do problema, mas o alívio da dor é o desejo imediato. No CREB – Centro de Reumatologia e...

Aliviar a dor é o primeiro pensamento de um paciente quando chega na fisioterapia. Ele sabe que os procedimentos ali realizados têm como função buscar a solução do problema, mas o alívio da dor é o desejo imediato. No CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo -, após a avaliação do Fisiatra, Reumatologista ou Ortopedista, muitas vezes utiliza-se o Conceito ou Técnica de Maitland. Trata-se de uma técnica de mobilização articular, que engloba a avaliação e o tratamento, fundamentando-se principalmente nos achados clínicos e queixas do paciente.

“O Conceito ou Técnica de Maitland tem como objetivo aliviar dores e liberar com segurança determinadas estruturas, e com isso restaurar os movimentos, amplitude e a mobilidade articular normal, melhorando, assim, a função do indivíduo. O tratamento está indicado para pacientes com disfunções neuromusculoesqueléticas (podendo estar envolvidas as articulações periféricas e/ou da coluna vertebral)”, explica o fisioterapeuta Diogo Valente, staff do serviço de reabilitação física do CREB.

Ele informa que no CREB associa-se essa técnica muitas vezes ao RPG e ao Pilates , procurando utilizar essas técnicas preferencialmente para tratamento de disfunções da coluna vertebral, o que traz relaxamento, alívio e bem estar ao paciente. “O grande impacto do Conceito Maitland não reside apenas nas técnicas, mas sim no processo de avaliação clínica meticulosa que permite, inclusive, que quaisquer outras modalidades de mobilização ou manipulação possam ser agregadas, aplicadas e reavaliadas sem comprometer em absolutamente nada o processo do tratamento clínico”, pontua o fisioterapeuta.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤