(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Ortopedista do CREB dá entrevista no Sem Censura

O ortopedista Rodrigo Kaz, do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – foi entrevistado pela jornalista Leda Nagle, no programa Sem Censura, da TV Brasil, que foi ao ar na tarde do dia 3 de novembro. O médico falou sobre a baropodometria dinâmica computadorizada, um exame que avalia a pisada do paciente, além de discorrer sobre vários problemas nos pés. O programa teve uma ótima audiência e vai ao ar todos os dias, de segunda à sexta-feira. Para ver a entrevista completa do Dr. Rodrigo Kaz, acesse o endereço http://www.creb.com.br/site/noticias/creb-video-dr-rodrigo-kaz-da-entrevista-ao-sem-censura/


Especialistas discutem técnica de corrida em simpósio no Rio

Por ser uma atividade simples, sem custo e saudável, o interesse pelas corridas de rua e nas academias tem crescido no Brasil. Apesar de popular, falta informação sobre técnicas de corrida e como praticá-la sem causar lesões no corpo. Pensando nisso, os médicos do Centro de Reumatologia e Ortopedia de Botafogo (CREB), realizarão no dia 29 de outubro o I Simpósio Avançado de Corrida do Rio de Janeiro. “A corrida é uma importante ferramenta para o bem-estar do indivíduo, desde o aspecto físico até o mental. No entanto, a corrida pode ser prejudicial à saúde sem uma avaliação correta médica e orientação técnica. O principal objetivo do evento será discutir o que há de mais moderno para que a prática da corrida ocorra de forma segura e sem lesões”, diz Dr. Rodrigo Kaz, coordenador do projeto e especialista em medicina esportiva pela universidade de Pittsburgh (EUA). “As lesões causadas pela prática incorreta de corrida são sérias e muitas vezes irreversíveis, e queremos alertar praticantes e profissionais da saúde desses riscos e ensiná-los como prevenir”, completa Kaz. Durante o simpósio, serão abordados temas como prevenções, riscos de lesões, tratamentos, tipos de pés e pisadas e como melhorar o desempenho e treinamentos para diferentes provas. O evento contará com convidados como Mário Ferreti Filho, gerente médico do Hospital Israelita Albert Einstein (SP) e especialista em doenças da cartilagem; Felipe Alloza, especialista de doenças do pé e tornozelo da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP); Clovis Munhoz, diretor-médico do Vasco e especialista em Medicina Desportiva e o ultramaratonista especialista em corridas de aventura, Mauro Chasilew. O público-alvo do evento são corredores, médicos, fisioterapeutas, professores de Educação Física e estudantes. As inscrições do I Simpósio Avançado de Corrida são feitas pelo site bit.ly/creb2011 (vagas limitadas).

Simpósio Avançado sobre Corrida
Local: Auditório do Centro de Reumatologia e

Ortopedia de Botafogo – CREB
Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 408 – Botafogo – RJ
Horário: 8h às 16h
Investimento: R$100 até o dia 28 e R$150 no dia do evento

Publicado em


Ioga é ideal para prevenir dor nas costas

Um mal que não escolhe sexo nem idade, e aflige 80% dos adultos, tem solução com a prática de uma filosofia milenar: a ioga. Estudo realizado pelo Group Health Research Institute, em Seattle, nos Estados Unidos, com 228 participantes, mostrou que a prática das posturas e dos exercícios de respiração da ioga previne e alivia as dores crônicas nas costas, principalmente lombares. Depois de algumas semanas, os voluntários ganharam até mais mobilidade, segundo a pesquisa, que foi publicada na revista científica “Archives of Internal Medicine”.

Os participantes foram divididos em três grupos: um só praticou ioga, outro alongamento e último recebeu um livro de autoajuda com dicas de exercícios para o alívio de dores nas costas. Eles assistiram a doze aulas semanais, todas da modalidade Viniyoga – na qual as posturas são adaptadas de acordo com a condição de cada aluno -, com duração de uma hora e 15 minutos cada. Na avaliação dos resultados, o grupo da ioga relatou resultado um pouco melhor do que o grupo de
alongamento (foram usados 15 diferentes exercícios, num total de 52 minutos). Depois, os voluntários foram vistos em seis semanas, doze semanas e seis meses.

– Nossos resultados sugerem que tanto a ioga quanto o alongamento são opções boas e seguras para pessoas que querem praticar atividade física para aliviar dor moderada nas costas – diz Karen Sherman, líder do estudo.

Coaracy Nunes Neto, diretor da Blyss Yoga, em Ipanema, não se surpreendeu com a conclusão do estudo americano. Ele explica que a ioga vê a coluna vertebral como a parte principal do corpo. A força da gravidade pressiona o esqueleto para baixo, comprimindo as vértebras e os movimentos. A ioga corrige isso.

– A ioga evita que as cartilagens entre as vértebras se extravasem, prevenindo hérnia de disco, por exemplo – diz Coaracy.

E, apesar de os pesquisadores terem usado a Viniyoga na experiência, Coaracy afirma que todas as modalidades ajudam na prevenção das dores. O importante é o praticante seguir três regrinhas, ensina: respirar no seu próprio ritmo, manter a coluna erguida e o coração aberto. E isso não vale somente para aulas de ioga, mas para a vida em geral: Ele lembra que a nossa coluna é formada por duas curvas, uma no pescoço e outra na lombar; ela vai para os lados, para frente e para trás e gira em espiral, todo o tempo. Esses movimentos são feitos durante as aulas de ioga, que trabalha também a consciência corporal, sincronizando os exercícios físicos e com a respiração.

– Na nossa coluna tem um canal sutil, invisível, chamado sushumna nadi, no qual passa a energia da iluminação, um objetivo da prática da ioga, se a estrutura estiver saudável. Ou seja, para ioga a
coluna é tudo – comenta.

Deborah Weinberg, do Espaço Bellini, indica ioga para tratamento de dores nas costas.

– Acredito que existam poucos exercícios de fortalecimento das costas como os da ioga – comenta.
– Eu dou aulas de Iyengar e confio muito no método por sua atenção ao detalhe e alinhamento postural.

Rodrigo Kaz, especialista em medicina do esporte pela Universidade de Pittsburgh, afirma que doenças da coluna, em princípio, não são contraindicações à prática de ioga, mesmo em casos de corcunda (hipercifose) e hérnia. Porém é necessária a avaliação médica prévia. Algumas modalidades, como Asthanga e Power ioga, exigem mais preparo e podem não ser recomendadas para quem tem problemas de coluna. Portanto, é melhor consultar seu professor e médico para saber qual é o método adequado ao seu caso, se o objetivo for alongar e fortalecer a coluna e o tronco.

– Com as posturas e os exercícios de respiração, a ioga relaxa a musculatura e melhora a flexibilidade. É ótima opção no controle de dores ou na prevenção das mesmas. Assim como pesquisadores americanos, acho que a ioga deve ser personalizada, adaptada às limitações de cada um – diz.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤