(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Portadores de artritre psoriásica tem qualidade do sono alterada

Doença inflamatória em que pessoas com psoríase desenvolvem quadro de artrite nas articulações dos pés e mãos, a artrite psoriásica pode trazer dor, edema e rigidez articular. De acordo com o Dr. Haim Maleh, reumatologista do CREB – Centro de Reumato...

Doença inflamatória em que pessoas com psoríase desenvolvem quadro de artrite nas articulações dos pés e mãos, a artrite psoriásica pode trazer dor, edema e rigidez articular. De acordo com o Dr. Haim Maleh, reumatologista do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo, e professor de reumatologia da UFF – Universidade Federal Fluminense, as articulações da bacia podem também ser afetadas pela doença, trazendo, como consequência, dor lombar de padrão inflamatório.

Estudos científicos recentes avaliaram a relação que há entre a ansiedade e a qualidade do sono, com pacientes com artrite psoriásica em atividade, isto é, que estivessem com suas articulações inflamadas. A ideia era determinar a prevalência e a qualidade do sono nestes pacientes, identificando, assim, fatores associados ao distúrbio do sono.

Prevalência de um sono de má qualidade em 84% dos pacientes

– Este estudo indicou que a prevalência de um sono de má qualidade atingiu 84% dos pacientes, ou seja, a presença de articulações inflamadas estão independentemente associadas ao sono de pior qualidade em pacientes portadores da doença. A conclusão é de que pacientes acometidos pela artrite psoriásica apresentam má qualidade do sono. Essa má qualidade do sono está ligada ao cansaço, à ansiedade e à inflamação articular ativa. Controlar a inflamação do paciente melhora sua mobilidade e qualidade articular, e melhora também o sono e controla a ansiedade – explica o médico do CREB.


Especialista em ombro e cotovelo reforça equipe de ortopedistas do CREB

A equipe de ortopedistas do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – acaba de ser, mais uma vez, reforçada, oferecendo mais opções para os pacientes da clínica. O ortopedista Ricardo Sheps já está atendendo às quintas-feiras, das 14h às 19h, e aos sábados, das 8h às 16h.

Especialista em ombro e cotovelo, o Dr. Ricardo é membro-titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, se formou na Faculdade Sousa Marques e fez residência no Hospital Naval Marcílio Dias, onde se especializou. Desde 2004, ele atua como médico civil no Hospital Central do Exército (HCE-RJ), mas a partir de 2006 passou a ser responsável pelo setor de ombro e cotovelo. O Dr. Ricardo traz para o CREB toda sua experiência, somando a uma equipe de excelência e altamente especializada.


Osteoartrite é tão grave quanto a artrite reumatoide

O Eular 2017- Annual European Congress of Rheumatology – aconteceu esse ano em Madrid, na Espanha, de 14 a 17 de junho. Trata-se de um dos mais importantes eventos sobre reumatologia do mundo, que reúne profissionais dos cinco continentes para a troc...

O Eular 2017- Annual European Congress of Rheumatology – aconteceu esse ano em Madrid, na Espanha, de 14 a 17 de junho. Trata-se de um dos mais importantes eventos sobre reumatologia do mundo, que reúne profissionais dos cinco continentes para a troca de experiências e para discussão científica sobre as novidades. “Uma das discussões muito ricas do Eular tratou da ideia de que pacientes com osteoartrite são mais propensos a ter o impacto de sua condição subestimado por reumatologistas do que os pacientes que com artrite reumatoide. Isso pode ter um impacto negativo em relação ao tratamento no caso de uma discordância entre o médico e a ideia do paciente sobre a gravidade de sua doença. E isso pode interferir na adesão ao tratamento e, claro, nos resultados esperados. A osteoartrite é tão grave quanto a artrite reumatoide”, afirma o Dr. Haim Maleh, reumatologista e fisiatra do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – e professor de reumatologia da Universidade Federal Fluminense – UFF.

“A osteoartrite – também chamada de osteoartrose e mais conhecida como artrose – é uma das doenças reumáticas mais comuns. Ela acomete homens e mulheres, principalmente na terceira idade. É uma doença reumática que incide principalmente nas articulações dos joelhos, coluna vertrebal, quadril, mãos e dedos. Mas a doença não acomete apenas idosos. Um número cada vez maior de pessoas entre 30 e 50 anos têm sofrido dores provocadas pelo desgaste das articulações de joelhos, quadris, tornozelos e coluna”, explica o Dr. Haim.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤