(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Pilates, atividade ideal para a terceira idade

A prática de atividade física regular na terceira idade é tão importante quanto necessária, e o número de pessoas que seguem essa orientação cresce a cada dia. Uma das opções mais procuradas – e recomendadas pelos médicos – é o Pilates. “O pilates é...

A prática de atividade física regular na terceira idade é tão importante quanto necessária, e o número de pessoas que seguem essa orientação cresce a cada dia. Uma das opções mais procuradas – e recomendadas pelos médicos – é o Pilates. “O pilates é uma atividade que fortalece a musculatura mais profunda e, assim, ajuda a prevenir doenças como artrose, osteoporose e artrite”, garante o fisiatra e reumatologista Eduardo Sadigurschi, do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo.

O Dr. Eduardo pontua que a pessoa da terceira idade deve ter alguns cuidados na prática regular de exercícios físicos, e que o Pilates é ideal porque pode ser feito no tempo e dentro das possibilidades do praticante. “A atividade pode ser praticada três vezes por semana. No CREB, possuímos um estúdio de pilates bem equipado, onde os pacientes são orientados por fisioterapeutas. Antes de iniciar a atividade, o idoso deve, porém, consultar um especialista”, avisa ele.

O Dr. Eduardo diz que o Pilates traz, também, a melhora do equilíbrio, melhora da postura, fortalecimento muscular, aumento da autoestima, melhor flexibilidade e coordenação motora e traz o idoso para o convívio social. “O pilates é uma atividade excelente para pessoas da terceira idade. Traz inúmeros benefícios e não exige mais do que o praticante pode oferecer de esforço físico”, finaliza ele.


Pubeite: reabilitação física elimina dor na região púbica

Mais comum em atletas praticantes de esportes que envolvem contato direto e movimentos repetitivos do membro inferior, a Pubeite (ou pubalgia) apresenta dor ou sensação de ardor na região púbica, que pode se irradiar para adutores, abdômen e região l...

Mais comum em atletas praticantes de esportes que envolvem contato direto e movimentos repetitivos do membro inferior, a Pubeite (ou pubalgia) apresenta dor ou sensação de ardor na região púbica, que pode se irradiar para adutores, abdômen e região lombar. Segundo o ortopedista Clovis Munhoz, do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo -, é possível que haja diminuição na amplitude do movimento do quadril e espasmo da musculatura adutora. “No futebol, passe lateral, tiro de meta, dribles e até uma parada de bola podem reproduzir a dor”, aponta ele.

Segundo o Dr. Clovis, a dor pode piorar durante uma caminhada ou ao subir escadas. O diagnóstico é realizado a partir de uma avaliação criteriosa clínica e biomecânica, identificando fatores de risco na prática de esportes e avaliando gestos incorretos. Deve-se utilizar exames complementares de imagem, além da baropodometria dinâmica computadorizada e avaliação isocinética, ambos exames disponíveis no CREB.

O tratamento da Pubeite, explica o Dr. Clovis, conta com medicamentos e reabilitação física, com protocolos que incluem RPG, pilates, hidroterapia, acupuntura e kinesio taping, também disponível no CREB. “Ao menor sinal de dor na região púbica, um médico ortopedista, reumatologista ou fisiatra deve ser procurado. Quanto antes começar a tratar, mais rapidamente vamos resolver o problema”, finaliza o médico.


Avaliação isocinética está disponível no CREB

Também conhecida como Dinamometria isocinética, avaliação isocinética computadorizada ou avaliação muscular computadorizada, a avaliação isocinética tem como objetivo a mensuração da força e resistência desenvolvida pelos grupos musculares em todos o...

Também conhecida como Dinamometria isocinética, avaliação isocinética computadorizada ou avaliação muscular computadorizada, a avaliação isocinética tem como objetivo a mensuração da força e resistência desenvolvida pelos grupos musculares em todos os segmentos do corpo e a musculatura que está com baixo desempenho. Disponível no CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – essa avaliação é feita por meio do de um equipamento chamado Dinamômetro Isocinético Computadorizado. É um exame indolor, de alta precisão, utilizado nos principais e mais importantes centros de reabilitação no mundo, que registra o movimento articular, apontando déficits e desequilíbrios musculares, que podem levar ao desgaste prematuro das articulações, em números e gráficos, facilitando a atuação do médico.

“A partir de resultados da força, da potência e da resistência muscular, podemos orientar e propor a reabilitação ou um treinamento específico muscular. Esse teste é uma excelente ferramenta para analisar a musculatura do paciente. É muito proveitoso fazer a avaliação antes de se iniciar qualquer atividade física, mas o teste é indispensável após cirurgias de pé e tornozelo, joelho, (artroscopia meniscal, após cirurgia de reconstrução de ligamento anterior) recuperação de lesões no tornozelo, no início de uma recuperação de lesão muscular, entre outas indicações. Com a avaliação em mãos, o médico saberá com exatidão a localização do problema do paciente, prescrevendo, assim, o melhor tratamento”, afirma o Dr. Clovis Munhoz, professor da UFRJ e ortopedista do CREB.

“Este teste pode ajudar em muito, não somente para a orientação e eficácia do tratamento, mas também para prevenção de determinadas alterações articulares, como por exemplo a artrose”, esclarece o médico. Segundo o Dr. Clovis, o teste avalia as articulações do ombro, cotovelo, punho, quadril, joelho, tornozelo e coluna lombar. Qualquer pessoa pode fazer a avaliação, jovem, adulto ou idoso.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤