(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Compex deve ser utilizado para reabilitação e sustentação muscular

A eletroestimulação é um método de treinamento comprovado, muito útil para a reabilitação de pós-operatório imediato, alívio da dor e tratamento de algumas doenças neurológicas, ortopédicas e reumatológicas. O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedi...

A eletroestimulação é um método de treinamento comprovado, muito útil para a reabilitação de pós-operatório imediato, alívio da dor e tratamento de algumas doenças neurológicas, ortopédicas e reumatológicas. O CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – conta com os mais modernos equipamentos de eletroestimulação, entre os quais o Compex. Trata-se de um eletroestimulador, que facilita e acelera ainda mais o fortalecimento muscular. Este aparelho auxilia no recrutamento muscular daqueles pacientes que têm dificuldade de melhorar seu desempenho apenas com os exercícios de academia, pilates, funcionais etc.

“O Compex atua reproduzindo os processos envolvidos na contração muscular ordenados por nosso cérebro. Quando decidimos contrair o músculo, o cérebro envia um comando, na forma de corrente elétrica que se move em alta velocidade ao longo das fibras nervosas. Quando chega ao seu destino, o sinal excita o nervo motor, que transmite a informação para os arredores mais próximos do músculo, provocando a contração muscular. Com a eletroestimulação, a excitação ocorre diretamente sobre o nervo motor por pulsos elétricos perfeitamente adaptados para garantir a eficiência, segurança e conforto no uso. Assim, o músculo não é capaz de identificar a diferença entre uma contração voluntária (pelo cérebro) e uma contração eletricamente induzida”, explica a fisioterapeuta Thais Sampaio, staff do serviço de reabilitação física do CREB;

Segundo o fisioterapeuta Lucas França, também do CREB, a utilização do Compex oferece ao paciente resistência, força, aumento do volume muscular, melhora do desenvolvimento muscular, diminui a tensão muscular e melhora a resistência do músculo. “O uso proporciona uma melhora da capacidade das fibras láticas musculares, melhorando o desempenho para os esportes de resistências. É indicado, por exemplo, para os que desejam aumentar sua capacidade de promover esforços intensos e prolongados aos músculos. É um programa excelente para melhorar a musculatura de forma geral (força, volume, tônus). Tem efeito de bem estar, anti-estresse e deve ser utilizado para reabilitação e sustentação muscular”, afirma.


Técnica Mulligan à serviço da melhora da dor

A Técnica Mulligan de terapia manual é uma técnica de reposicionamento articular de maneira indolor. Segundo o fisioterapeuta Miguel Lemos, staff do serviço de reabilitação física do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo -, “esse conceit...

A Técnica Mulligan de terapia manual é uma técnica de reposicionamento articular de maneira indolor. Segundo o fisioterapeuta Miguel Lemos, staff do serviço de reabilitação física do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo -, “esse conceito é baseado na teoria da falha posicional, devido a alguma lesão e com isso a articulação pode assumir uma posição ‘anormal’ e estas falhas posicionais ocasionam restrições de movimento resultando em dor”.

Segundo ele, o resultado esperado é de alívio imediato da dor ou/e aumento do arco de movimento. “O tratamento fisioterápico nunca deve causar dor”, pontua ele, lembrando que no CREB “muitas vezes acrescentamos essa técnica nos tratamentos de RPG e de Pilates”.

O fisioterapeuta Robson Portugal, também do CREB, diz que a técnica é indicada para casos de hérnia de disco, protusões discais, alterações posturais, dores de cabeça e enxaqueca, dor ciática, torcicolos e dorsalgias, tendinites e bursites, LERs e Dorts e entorses, entre outras indicações.


RPG: reeducação postural traz equilíbrio e normaliza funções musculoesqueléticas

A técnica de RPG engloba uma série de procedimentos terapêuticos, tendo como base os conceitos de cadeias musculares e posturamento, associados a recursos manuais miofasciais, articulares e dinâmicos. É uma ação fisioterapêutica que age sobre o equil...

A técnica de RPG engloba uma série de procedimentos terapêuticos, tendo como base os conceitos de cadeias musculares e posturamento, associados a recursos manuais miofasciais, articulares e dinâmicos. É uma ação fisioterapêutica que age sobre o equilíbrio biomecânico, restabelecendo o eixo postural fisiológico e normalizando a função musculoesquelética e, consequentemente, a postura. A combinação dos procedimentos miofasciais, articulares e a cinesioterapia integral permite “preparar” o corpo para a colocação e evolução nas posturas cujo principal objetivo é o de eliminar as retrações das cadeias musculares através de um distencionamento lento, progressivo e gradual.

Segundo a fisioterapeuta Elaine Mattos Senna, staff do serviço de reabilitação física do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo -, a RPG é indicada para desvios de coluna, cervicalgias, lombalgias, má postura, labirintite, bursites e tendinites, distúrbios digestivos e circulatórios, problemas nos joelhos, pés, dores musculares, enxaquecas, estresses, asma e bronquite, entre outras. “A RPG se adapta a qualquer paciente, porém, devemos dispensar atenção especial aos portadores de neoplasias, osteoporose severa, cardiopatias e gestantes, entre outros”, diz ela.

O fisioterapeuta André Flávio S. de Sá, também staff do CREB, acrescenta que nos protocolos utilizados pela clínica costuma-se acrescentar ao RPG alguns outros métodos para ajudar a melhorar o quadro de dor e oferecer melhor relaxamento. “A técnica pode ser usada em pacientes de todas as idades. As posturas visam restabelecer o equilíbrio entre força, flexibilidade e consciência corporal, proporcionando alivio de dores e bem estar imediato ao final de cada sessão”, diz ele.

– Dentro da minha experiência com RPG é possível perceber que tratamos a causa do problema, e não apenas os sintomas. O método corrigi lesões e deformações do corpo, além de ajudar a ensinar o paciente a se colocar de forma correta, realizando trabalho respiratório, curando lesões e evitando recidivas das mesma e proporcionando melhor equilíbrio. É um tratamento global, voltado para cada paciente de forma individual – afirma a fisioterapeuta Juliana Gusmão, também do CREB.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤