(21) 3182 8282 Whatsapp Horários
CONTEÚDO CREB SOBRE SAÚDE

News | Viva sem dor

 

Ao menor sinal de dores nas costas, um especialista deve ser consultado

Ao menor sinal de dores nas costas, um especialista deve ser consultado

Lesão que ocorre mais habitualmente na região lombar, a hérnia de disco provoca dores nas costas e alterações de sensibilidade nas coxas, pernas e pés. Segundo o ortopedista Marcio Taubman, do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – na maior parte das vezes, os sintomas têm boa resposta ao tratamento em até três meses.

  • Trata-se de uma lesão. A localização mais comum da hérnia de disco lombar é no disco que fica entre a quarta e quinta vértebra lombar (L4/L5) e no disco que fica entre a quinta vértebra e o sacro (L5/S1). Vale pontuar que mesmo que o paciente se sinta bem, é muito importante que ele consulte um médico especialista para participar de um programa voltado para o fortalecimento e funcionalidade normal da coluna vertebral. Porque após os primeiros sintomas de dores nas costas, em geral os músculos que protegem a coluna começam a se enfraquecer e se atrofiar – afirma O Dr. Marcio.

Segundo ele, apenas repouso e medicamentos não devolvem a funcionalidade nem fortalecem os músculos que ficaram fracos com a doença.

  • Atividade física regular, uma alimentação saudável, não fumar, fugir do sobrepeso e eliminar vícios de coluna são fundamentais para evitar dores nas costas. Ao menor sinal de dor, um especialista deve ser consultado porque o quanto antes, mais rápido o tratamento alcançará o sucesso – garante ele.

Crochetagem é uma técnica que ajuda a eliminar a dor

Crochetagem

A crochetagem é um método de tratamento das dores mecânicas do aparelho locomotor pela eliminação das aderências através de ganchos colocados e mobilizados sobre a pele. Segundo o coordenador de fisioterapia do CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo – Handerson Meurer, essa técnica é muito utilizada, com sucesso, para ajudar a eliminar dores localizadas.

  • A crochetagem é um método que busca a a liberação tecidual através da utilização do gancho realizando movimentos curtos de tração em um eixo paralelo à cicatriz por todo seu trajeto longitudinal. O método consiste em promover Também realizando movimentos em um eixo perpendicular a cicatriz e também movimentos com início imediatamente após o bordo mais externo da cicatriz. Na verdade, ocorre um aumento da circulação sanguínea e circulação linfática. Isso traz alívio e atua diretamente sobre a dor, eliminando-a – explica ele.

O fisioterapeuta diz que a crochetagem é muito indicada para aderências fibrosas que limitam o movimento entre os planos de deslizamento tissulares; nos corpúsculos fibrosos (depósitos úricos ou de cálcios), e nas cicatrizes e hematomas, que geram progressivamente aderências entre os planos de deslizamento. Segundo ele, a técnica é associada a outros protocolos, que podem incluir acupuntura, RPG, hidroterapia e pilates terapêutico.


Pilates terapêutico é uma das técnicas de cinesioterapia recomendadas para lombalgia

O pilates terapêutico, associado aos exercícios de Willians, Mackenzie e Maryland, entre outros, é uma das técnicas de cinesioterapia utilizadas no tratamento da lombalgia no CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo. Dependendo do caso e do...

O pilates terapêutico, associado aos exercícios de Willians, Mackenzie e Maryland, entre outros, é uma das técnicas de cinesioterapia utilizadas no tratamento da lombalgia no CREB – Centro de Reumatologia e Ortopedia Botafogo. Dependendo do caso e do momento do tratamento do paciente, todas essas técnicas associadas são utilizadas, com muito sucesso.

A prática do pilates terapêutico, por exemplo, é recomendada, entre tantas outras doenças, para a lombalgia, uma das principais causas de afastamento do trabalho em todo o mundo. A atividade irá oferecer centralização, centro de força, reforça a musculatura abdominal superficial e profunda, além da lombar, glútea e pélvica, ajudando a reforçar a sustentação da coluna e dos órgãos internos, trabalhando o alinhamento biomecânico, a estabilidade e a postura, e atuando na prevenção de dores e outros males.

  • A lombalgia é um dos quadros mais comuns no pilates terapêutico. Em geral, a doença é causada por má postura, sobrepeso e sedentarismo, entre tantos outros motivos. O pilates terapêutico atua justamente nisso. Muita gente acha que tem que tratar da dor que sente, mas é a doença e seus sintomas que devem ser tratados. Se nos preocupássemos apenas com a dor, o paciente se trataria, passaria a dor, mas lá na frente começaria tudo de novo, em um ciclo vicioso. O pilates terapêutico atua sobre a doença, não sobre a dor simplesmente – explica Handerson Meurer, coordenador de fisioterapia do CREB.

O fisioterapeuta do CREB pontua que o pilates terapêutico pode ser feito por qualquer pessoa, incluindo crianças e terceira idade, porque os exercícios respeitam as limitações do paciente e seu ritmo.

  • Um programa específico é feito individualmente. Quem chega com quadro de lombalgia, por exemplo, terá um programa dirigido, reforçando a coluna e a musculatura do paciente

A prática do pilates traz fortalecimento, alongamento, flexibilidade, equilíbrio e melhora a postura. Tudo que precisamos buscar para combater a lombalgia – finaliza Meurer.



Quer receber novidades?


COVID-FREE
O CREB se dedica diariamente a atender seus clientes com toda a atenção e carinho, venha e comprove ❤